Blog

Transição de carreira: como se livrar de um relacionamento tóxico

55TIPS

Transição de carreira: como se livrar de um relacionamento tóxico

Os motivos para uma transição de carreira podem ser muitos: busca de novos ares, trabalhar com um assunto diferente, o desejo de mudar de cidade. Mas, infelizmente, muitos profissionais buscam a transição por trabalharem em um ambiente tóxico. 

Isso acontece em empresas que possuem um modelo de negócios vertical, em que o chefe manda e quem tem juízo, e precisa manter o emprego, se cala e obedece. Não há espaço para interação entre os colaboradores, diálogo e espaço para novas ideias. 

Se você já se identificou, continue lendo para entender como descobrir um trabalho tóxico e como planejar uma transição de carreira com os pés no chão, sem chegar ou ultrapassar o seu limite. 

Como identificar um trabalho tóxico

Há algumas características em comum nos ambientes de trabalho tóxico. Se você se identificar com algumas dessas características, está na hora de se programar para mudar de emprego o mais rápido possível. 

Há pouco ou nenhum entusiasmo

Se você trabalha em um ambiente em que as pessoas não estão felizes, não há conversas espontâneas ou cooperação entre os funcionários, é um sinal de que esse é um ambiente de trabalho tóxico. 

Se todos estão felizes, mas você não consegue se identificar ou se relacionar bem com seus colegas, pode ser porque você não se encaixa naquela empresa ou naquele cargo. 

Há alta rotatividade de funcionários

Se a empresa não consegue manter ninguém por perto por muito tempo e na primeira possibilidade seus colegas estão correndo para as montanhas, isso é um forte indicador de que a cultura organizacional da empresa está afastando os funcionários. 

Chefes não são líderes

Lideranças fracas ou inexistentes são mais comuns do que gostaríamos. Se seu chefe sabe da existência de problemas de relacionamento ou de questões específicas e não faz nada para mudar a cultura, é hora de partir. 

Falta clareza sobre as funções e responsabilidades de cada um

Ambientes negativos costumam ser acompanhados por falta de confiança entre os membros da equipe, comunicação ineficaz e constantes lutas pelo poder. Junte isso com a falta de um plano de carreira ou com responsabilidades definidas para cada colaborador e você tem um ambiente que sobrecarrega alguns trabalhadores e privilegia outros. 

A transição de carreira também acontece quando o trabalhador começou executando um tipo específico de tarefas, que foi alterando ao longo dos anos e hoje ele não se conecta mais com o trabalho e com as demandas que lhe são passadas. 

Não há conexão entre as pessoas

A falta de empatia é um dos principais ingredientes em um ambiente de trabalho tóxico. Em um ambiente como esse, percebemos que as pessoas se aproximam uma das outras quando querem algo, sem se importar genuinamente com os colegas. 

Com o tempo, isso acarreta uma sensação de desvalorização, criando relacionamentos frios e estritamente profissionais. Se a energia está tensa e você não consegue criar vínculos no trabalho, isso afeta diretamente seu desempenho e ânimo. 

Sua saúde mental está sendo afetada pelo ambiente tóxico de trabalho

Essa característica, por si só, já deve ser motivo suficiente para você abraçar a transição de carreira. Se o seu emprego te causa estresse, sentimento de esgotamento e angústia com muita frequência, muitas vezes diariamente, você precisa trocar de ares e procurar algo que realmente te motive. 

Como planejar a transição de carreira sem chegar ou ultrapassar o seu limite

Se você se identificou com as características de um ambiente tóxico e percebeu que está na hora de procurar novas oportunidades, você precisa planejar sua transição de carreira. Isso mesmo, planejar! Não adianta ficar no emprego até não aguentar mais e pedir demissão sem ter outra oportunidade à frente. 

Para uma transição de carreira bem sucedida, o primeiro passo é identificar suas motivações para a mudança. Tente entender o que está te motivando a trocar de profissão, ou mesmo de área, quais tarefas te trazem prazer e quais não te interessam mais. 

Depois, é hora de desenhar um planejamento detalhado do processo de transição, com habilidades você precisará ter para conseguir o novo emprego, assim como cursos necessários, experiências e outros pré-requisitos. 
Praticar networking e alimentar sua rede de contatos profissionais e pessoas também é uma ótima forma de encontrar novas oportunidades de trabalho. Se você quer mais dicas sobre como realizar uma transição de carreira de sucesso, confira o artigo Transição de carreira: maiores erros para evitar.

Leave your thought here

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *