Blog

Inovação nas empresas: tipos e como dar os primeiros passos

Consultoria

Inovação nas empresas: tipos e como dar os primeiros passos

Muito se fala em inovação nas empresas, mas pouco se fala em como inovar. Neste artigo, reunimos os tipos de inovação nas empresas, as áreas em que se pode inovar e como dar os primeiros passos com o seu negócio. 

Tipos de inovação nas empresas

Existem três tipos de inovação nas empresas, que variam conforme nicho, mercado, produtos e serviços oferecidos, entre outras características do negócio. São eles: 

Inovação radical

A inovação radical tem como objetivo mudar todo o cenário da uma marca, com uma mudança completa no posicionamento, na forma de trabalho, nos processos, produtos e no relacionamento com o cliente. 

Inovação incremental

Já a incremental adiciona novidades em algumas áreas, mas sem promover uma mudança muito grande. Geralmente é usada para oferecer melhorias para seus colaboradores, clientes ou para a organização em si. 

Inovação disruptiva

A inovação disruptiva surgiu a partir das mudanças tecnológicas e de comportamento, já que acompanha as mudanças do mercado e não do negócio em si. Ela serve para que a empresa acompanhe as mudanças externas e continue relevante para seus consumidores. 

como abrir um cnpj

Onde é possível inovar?

A inovação nas empresas pode vir das mais diferentes áreas. Pode-se inovar ao se adaptar às novas tecnologias, ao melhorar processos, produtos ou serviços, ou até nas estratégias de marketing. Vamos ver alguns desses tipos de inovação nas empresas a seguir. 

  • Tecnologias: é a mais evidente e a que vem à mente quando pensamos em inovação nas empresas. Investir em tecnologias e em formas de modernizar o seu negócio sempre traz benefícios, seja para os colaboradores, seja para os clientes. 
  • Processos: modernizar a cadeia produtiva da empresa leva a mais eficiência e produtividade, redução de custos e maximização dos lucros. 
  • Marketing: as estratégias de marketing estão sempre se atualizando e é essencial que as empresas se adaptem para essas novas formas de captação de clientes e de contato com seu público. 
  • Produtos: esse tipo de inovação pode trazer algo realmente novo para o mercado ou trazer melhorias para um produto já existente. 
  • Serviços: assim como os produtos, podemos inovar criando serviços novos ou adaptando serviços antigos às novas tecnologias e necessidades dos consumidores. 
  • Modelo de negócio: é possível mudar o modelo de negócio da empresa ou apenas adicionar mais opções à gama de serviços oferecidos pela empresa. É comum em startups e empresas grandes, que podem comprar outras empresas menores e expandir. 
  • Logística: a logística é um tipo de inovação nas empresas que precisa ser feito, principalmente em negócios mais antigos. Assim como as tecnologias e os processos, é sempre bom revisar o sistema de logística da empresa e procurar pontos de melhoria. 
  • Modelo organizacional: a inovação organizacional está ligada a outros tipos de mudanças estruturais, como o home office, que mudou a forma como as pessoas trabalham e a estrutura física de muitas empresas. 
Transformação digital

Primeiros passos da inovação nas empresas

Incentive a inovação

É claro que, para se ter inovação nas empresas, é preciso incentivar a inovação. Mas como fazer isso? Ela deve ser planejada e incentivada, por isso, crie espaços na empresa para que os colaboradores possam pensar junto em novas soluções. 

Fazer eventos de inovação, quadros ou murais de anotações e ideias, e oferecer livros, palestras ou cursos que estimulem a criatividade são um bom começo. 

Crie um ambiente colaborativo

A maior parte das novas soluções surge da combinação de ideias e do trabalho colaborativo. Por isso, é importante incentivar a colaboração e o compartilhamento de ideias e sugestões de melhorias entre seus colaboradores. 

Administração de empresas

Estabeleça objetivos e métricas

Não adianta ter muitas propostas sem as colocar em prática. Por isso, a cada ideia de inovação, estabeleça quais serão as metas necessárias para alcançar esse objetivo, quais equipes ou colaboradores serão responsáveis em colocá-las em prática e quais métricas serão avaliadas para medir os resultados. 

Invista em sistemas, mas não esqueça a capacitação dos colaboradores

É comum pensar em investir em novos softwares, equipamentos e programas, mas não podemos esquecer de investir na capacitação dos colaboradores. Investir em capital humano é tão importante quanto investir em tecnologia. No final, serão as pessoas que terão as ideias e implementarão a inovação nas empresas.

Leave your thought here

O seu endereço de e-mail não será publicado.