Blog

Empresas familiares: conheça tipos de gestão e de cultura organizacional

Sociedade

Empresas familiares: conheça tipos de gestão e de cultura organizacional

Um dos maiores desafios das empresas familiares é conseguir que os valores da família sejam transmitidos de geração em geração, a fim de manter a sustentabilidade e as raízes do negócio. 

Para isso, as características de gestão e a cultura organizacional devem ser bem definidas e repassadas para todos os colaboradores e futuros gestores. Conheça os tipos de empresas familiares baseados nesses dois aspectos, gestão e cultura organizacional, e entenda qual se encaixa melhor na sua empresa. 

Tipos de empresas familiares por característica da gestão

Ao analisar os tipos de empresas familiares por característica de gestão, estamos levando em consideração a organização administrativa do seu capital e as funções administrativas. Dessa forma, os cinco tipos mais comuns são: 

Empresa familiar tradicional

É o modelo de empresas familiares mais comum no país, principalmente nas micro, pequenas e médias empresas. Em geral, elas possuem capital fechado e o controle administrativo e financeiro é feito exclusivamente pelos familiares. 

Devido ao maior controle dos proprietários, esse tipo de empresa costuma ter pouca transparência financeira e administrativa. 

Empresas familiares de sucesso

Empresa familiar híbrida

As empresas familiares híbridas têm capital aberto, ou seja, qualquer pessoa pode se tornar sócio comprando suas ações na bolsa de valores. A família continua tendo o maior número de ações e, com isso, o controle da organização. 

A gestão de empresas familiares deste tipo costuma ser exercida por profissionais contratados e especializados, além de ter maior transparência que companhias tradicionais, como qualquer empresa de capital aberto. 

Empresa de influência familiar ou de investimento

Quando falamos que uma empresa tem influência familiar significa que o capital é aberto e que a família não tem a posse de mais de 50% das ações. Ela ainda é considerada uma empresa familiar, já que, mesmo que indiretamente, a família ainda tem forte influência nas decisões. 

gestão de empresas familiares

Tipos de empresas familiares de acordo com a cultura organizacional

A cultura organizacional está relacionada à missão, visão e valores da empresa, influenciando consideravelmente no seu modo de gestão. Os principais Tipos de empresas familiares de acordo com a cultura organizacional são: 

Cultura paternalista

Tipo muito comum no país, a cultura paternalista mantém as relações de subordinação organizadas hierarquicamente e com certa rigidez. Assim, os líderes, que são membros da família, são totais detentores do poder e tomadores de decisão. 

Nesse modelo, os colaboradores não possuem espaço para questionamentos ou participação, e apenas obedecem ordens. Geralmente os membros da família possuem tratamento diferenciado. Esse modelo engessa a empresa e impede que ela possa ser inovadora e colaborativa

Cultura Laissez-faire

O padrão de cultura Laissez-faire, que significa “deixar fazer”, é semelhante ao modelo paternalista no sentido de que os relacionamentos são hierárquicos, os membros familiares têm um tratamento diferenciado e espera-se que os colaboradores atinjam os objetivos da família.

Porém, nesse caso, os funcionários são vistos como confiáveis e têm responsabilidade na tomada de decisão. Apesar das metas e das decisões chaves estarem na mão da família, os colaboradores têm autoridade para determinar os meios de alcançá-las. 

Empresas familiares

Cultura participativa

No padrão de cultura participativa de empresas familiares, os relacionamentos tendem a ser mais igualitários e mais orientados para o grupo, sendo que tanto o status quanto o poder da família são menos enfatizados. Nepotismo e favoritismos são totalmente desprezados. 

Nesse modelo, a opinião dos funcionários importa para as tomadas de decisão, colaboradores são considerados confiáveis e a família tenta dar a eles a oportunidade de ampliar seus talentos e de se desenvolverem profissionalmente. 

Cultura profissional

A cultura profissional é o modelo usado pelas empresas familiares que se preocupam em profissionalizar a gestão e focam na criação de vários programas para melhorar a eficiência e reduzir custos. 

Esse tipo de empresa encoraja os colaboradores a fazerem seu trabalho com rapidez e eficiência e se preocupa com princípios de governanças e implementação de projetos de melhoria organizacional. Muitas vezes, isso faz com que o envolvimento da família no negócio desapareça com o advento da gestão profissional. 
Para saber mais sobre empresas familiares, acesse a seção no nosso blog sobre Sociedade.

Leave your thought here

O seu endereço de e-mail não será publicado.