Blog

Passo a passo para montar um plano de sucessão empresarial para o seu negócio

Sociedade

Passo a passo para montar um plano de sucessão empresarial para o seu negócio

A sucessão de um negócio deve ser feita com antecedência, planejamento, integração de todo o time e muita paciência. 

Para isso, montar um plano de sucessão empresarial pode ser essencial. 

Esse planejamento tem o objetivo de pensar todos os aspectos do negócio, mudanças necessárias para a adaptação do novo sucessor e ajustes que devem ser feitos para que essa mudança seja feita da melhor maneira possível. 

Confira o que incluir no seu plano de sucessão empresarial para que você possa realizar essa transição da melhor maneira possível. 

Por que montar um plano de sucessão empresarial? 

A sucessão de um negócio é uma das etapas mais desafiadoras para empresas maduras que já estão estabilizadas no mercado. 

Isso porque a escolha errada ou a inclusão de um sucessor sem a preparação necessária podem causar conflitos, mexer com o ambiente de trabalho e até acabar com a empresa. 

Uma forma de evitar conflitos e dificuldades de adaptação é elaborar um plano de sucessão empresarial. 

Essa ferramenta ajuda a fazer uma transição gradativa preparando equipe, sucessor e antigo gestor a encarar o desafio com leveza. 

Se você é dono do seu próprio negócio e ainda não sabe o que fazer para sua empresa continuar existindo sem você, saiba que quanto mais cedo você se preparar para isso, melhor. 

gestão de empresas familiares

O que deve entrar no plano de sucessão empresarial?

Há três tipos de sucessão empresarial: familiar, trabalhista e por aquisição de fundo de comércio. 

Cada sucessão vai demandar necessidades e combinados diferentes, mas há alguns pontos que são importantes e devem entrar no seu plano de sucessão empresarial, não importa a modalidade. 

São eles: 

Possíveis dívidas

Dependendo do modelo de negócio e do tipo de sociedade, o sucessor pode passar a ser responsável por todas as dívidas contabilizadas no negócio. 

Por isso, é fundamental fazer o balanço patrimonial e estabelecer todas as dívidas, valores e prazos, para que tudo esteja esclarecido entre todas as partes antes de fechar a negociação. 

Pessoa Jurídica e imposto: saiba quais são as principais taxas a pagar

Alteração na grade de sócios

A inclusão ou o desligamento de um sócio muda o percentual no capital da empresa para todos os sócios, assim como as demandas de cada um. 

Assim, quando a quantidade de sócios é alterada, ou quando há uma mudança no tipo de sociedade, essas informações precisam constar no plano de sucessão empresarial. 

Estratégias e operações de transição

Assim como outras demandas do negócio, a sucessão também demanda planejamento e uma preparação com antecedência. 

As atividades não podem parar e a empresa deve continuar funcionando mesmo com a mudança de gestão. 

Além das novas políticas de direcionamento, criar estratégias para as operações durante a fase de transição é fundamental. 

Se os gestores não sabem como fazer isso, ter o acompanhamento de uma consultoria empresarial pode ajudar. 

Esse alinhamento, além de dar um norte ao gestor atual e seu sucessor na organização, pode ajudar a incluir toda a equipe no processo, motivando os colaboradores a cooperar e aceitar a mudança com mais naturalidade. 

Conflitos em empresas familiares: como resolvê-los

Definição e preparação dos futuros líderes

Independente do tipo de sucessão, é preciso estabelecer os parâmetros, formação e outras habilidades do novo sucessor. 

Em casos de empresas familiares, esse ponto é ainda mais importante. 

O sucessor não deve ser escolhido pela proximidade com o gestor atual e sim pelo seu mérito e experiência. 

Por isso, o plano de sucessão empresarial deve definir as características desse gestor ou as possibilidades de preparação e instrução para que esse líder possa atender a todas as necessidades do negócio. 

Uma forma de facilitar esse processo, principalmente com sucessores jovens, é antecipar a entrada na empresa para que ele possa aprender as principais funções, conhecer o dia a dia do negócio, se familiarizar com a equipe e ganhar experiência. 

Essas foram as principais dicas para montar um plano de sucessão empresarial. Para mais conteúdos como este, acesse a seção de Sociedade Empresarial.

Leave your thought here

O seu endereço de e-mail não será publicado.