Blog

O que é NFT e porque esse mercado vale bilhões?

Mercado

O que é NFT e porque esse mercado vale bilhões?

O mercado de arte possui um novo jeito de autenticar tudo que é digital garantindo uma experiência única, que inclusive garante a posse de uma obra digital: a NFT.

Com essa tecnologia, torna-se possível rastrear uma obra digital e garantir a segurança do proprietário, que sempre receberá royalties em cima da revenda e muito mais. Mas o que são NFTS e como eles afetam sua vida e seu trabalho? É isso que vamos responder a seguir. 

O que é NFT?

NFT siginifica Non-Fungible Tokens, que significa token não fungível em português. Essa tecnologia é o registro de propriedade de um objeto digital em um blockchain. Qualquer tipo de mídia pode se encaixar nessa categoria, como arte, vídeos, música, GIFs, jogos, tweets e memes. A parte não fungível significa que o objeto é único, tornando-o insubstituível. 

Ou seja, o uso da NFT agrega valor a qualquer coisa que esteja no ambiente digital e a transforma em um ativo único e com autenticidade, de maneira segura. Pode parecer confuso e abstrato, mas é uma realidade que já existe e está sendo aplicada diariamente no mercado econômico, como as criptomoedas. 

Para se ter uma ideia, o Christie’s Auction House, uma casa de leilão em Londres, vendeu uma colagem digital do artista Beeple por mais de 69 milhões de dólares, tornando o artista entre os três vivos mais valiosos. 

NFT

Porque esse mercado vale bilhões?

Essa tecnologia está transformando a economia das atividades criativas. Ser capaz de criar obras de arte com NFT significa que um artista pode monetizar diretamente com os fãs e que participar de mercados descentralizados, fora do mercado de arte tradicional. As NFTs ainda têm um outro recurso que colabora para sua popularidade: ela paga aos artistas uma porcentagem cada vez que a blockchain é vendida ou muda de proprietário. 

O que a maioria se pergunta é: porque pagar milhões em algo que pode ser desfrutado gratuitamente? Do mesmo jeito que pagam-se milhões em obras de arte originais que podem ser vistas com uma simples pesquisa no Google. É a propriedade da obra que cria o valor. 

A Mona Lisa está estampada em cartazes, roupas, livros e diversos outros produtos, é conhecida mundialmente e é fácil de achar uma foto da obra na internet. Ainda assim, a obra é hoje avaliada em 50 bilhões de euros. 

E as obras digitais não ficam para trás. Só no primeiro trimestre de 2021, o mercado de NFTs movimentou mais de 2 bilhões de dólares. As cifras milionárias estão atraindo cada vez mais investidores que vêem nessa nova era de comercialização, uma fonte promissora para investir. 

A arte digital mais cara da história é o CryptoPunks 3100, um alien com bandana na cabeça que faz parte de uma coleção de 10 mil pequenos punks de 8 bits, cada um com uma característica própria e única. Pois esse exemplar único foi comprado em março por 7 milhões de dólares e está à venda novamente por 90 milhões de dólares. 

NFT

Como você pode se beneficiar das NFTs?

Com essa novidade, artistas e produtores passam a ter cada vez mais controle sobre suas criações, sendo uma forma mais acessível e barata de patentear alguma obra produzida, além de permitir a possibilidade de venda desse direito e ganhos em cima da comercialização. 

No Brasil, a nova tecnologia está começando a trilhar seu próprio caminho. O Youtuber Felipe Neto lançou a primeira plataforma de NFTs nacional, chamada de  9Block. Entre os tokens oferecidos pela empresa estão disponíveis cards com o próprio empresário estampado em desenhos e personagens. Os valores cobrados são a partir de 100 reais. 

O mercado de NFTs ainda pode estar começando, mas mostra que a tendência é que essa forma de monetização e segurança de obras digitais se torne cada vez mais popular.

Leave your thought here

O seu endereço de e-mail não será publicado.