Blog

Mercado de criptomoedas: como participar

Finanças

Mercado de criptomoedas: como participar

O mercado de criptomoedas está cada vez maior e as moedas digitais estão mostrando que vieram para ficar. Apesar de ser um mercado novo e ainda desconhecido por muitos investidores, os que resolvem investir estão se beneficiando. 

Já falamos sobre as principais características das criptomoedas e como investir aqui no blog. Agora, vamos aprofundar mais no mercado de criptomoedas e mostrar o passo a passo para adquirir suas primeiras moedas digitais. 

O que você precisa saber antes de investir no mercado de criptomoedas

O mercado de criptomoedas ainda é muito novo e, por ter várias peculiaridades, acaba afastando potenciais investidores. Trouxemos três dicas para você conhecer antes de investir: 

  1. Diversifique: o ideal é que as criptomoedas sejam usadas como alternativa de diversificação dentro de um portfólio com diferentes classes de ativos;
  2. Conheça a regulamentação: fundos de criptomoedas estão sob supervisão da Comissão de Valores Mobiliários e tem uma gestão especializada;
  3. Estude: acompanhe o mercado de criptomoedas, leia livros e estude relatórios de analistas para se informar e ter consciência dos riscos e das oportunidades. 
criptomoedas

Como adquirir criptomoedas

Agora vamos te mostrar como investir no mercado de criptomoedas com segurança. Há quatro passos a serem tomados: 

1. Escolha a plataforma

Primeiro, você deve decidir se quer comprar suas moedas digitais em uma corretora tradicional ou em uma bolsa de valores de criptomoedas dedicada. As corretoras tradicionais são corretoras online que oferecem maneiras de comprar e vender criptomoedas, assim como outros ativos financeiros como ações e títulos. Elas tendem a oferecer custos de negociação mais baixos, mas menos recursos de cripto. É ideal para quem quer diversificar e comprar vários ativos em uma mesma plataforma. 

Se quiser fazer através dos câmbios de criptomoedas, há várias cripto bolsas no mercado, cada uma oferecendo moedas diferentes, armazenamentos de carteira, opções com juros e muito mais. Antes de comprar, verifique se cobram taxas baseadas nos ativos. 

2. Transfira fundos para sua conta

O segundo passo do mercado de criptomoedas é financiar sua conta para que você possa começar a negociar. Os métodos de pagamento aceitos e o tempo necessário para saque e depósito variam de plataforma para plataforma. No geral, é feita uma transferência bancária para sua conta na corretora ou no câmbio e, com o dinheiro na conta, é possível escolher em quais moedas digitais você irá investir. 

Um fator que deve ser levado em consideração aqui são as taxas. Isso envolve taxas potenciais de transação de depósito e saque, além de taxas de negociação. As taxas variam de acordo com o método de pagamento e a plataforma, algo que você deve pesquisar no início para não perder dinheiro. 

Como investir em criptomoedas

3. Faça seu pedido

Você pode fazer um pedido através do site ou do aplicativo da corretora ou câmbio. É possível escolher qual o tipo de criptomoeda, a quantidade e confirmar o pedido. Se quiser vender, o processo é semelhante. 

Há outras formas de investir no mercado de criptomoedas, como através de serviços de pagamento (PayPal, Cash App e Venmo). Além disso, existem os seguintes veículos de investimento: 

  • Bitcoin trusts: você pode comprar ações de bitcoin trusts por meio de uma conta de corretagem regular. Esses veículos dão aos investidores de varejo acesso a criptomoedas através do mercado de ações. 
  • Fundos mútuos de bitcoin: existem ETFs de bitcoin e fundos mútuos bitcoin disponíveis. 
  • Ações de blockchain ou ETFs: você também pode investir indiretamente em criptomoedas por meio de empresas especializadas na tecnologia blockchain que executam transações de criptomoedas. Alternativamente, você pode comprar ações ou ETFs de empresas que usam a tecnologia blockchain.

4. Armazene suas criptomoedas com segurança

Por fim, o último passo para investir no mercado de criptomoedas consiste em armazenar suas moedas digitais em segurança, protegendo-as contra hackers ou roubos. Normalmente, a criptomoeda é armazenada em criptocarteiras, que são dispositivos físicos ou software online usado para armazenar as chaves privadas de criptomoedas com segurança. 

  • Carteiras quentes: referem-se ao armazenamento de criptomoeda que usa software online para proteger as chaves privadas dos ativos;
  • Carteiras frias: ao contrário das carteiras quentes, as carteiras frias (também conhecidas como carteiras de hardware) dependem de dispositivos eletrônicos offline para armazenar as chaves privadas com segurança. 
Mercado de criptomoedas

Agora que você aprendeu o passo a passo, pode começar a dar os primeiros passos no mercado de criptomoedas. Lembre-se de pesquisar bastante e começar a investir uma parte dos seus investimentos, e ir aumentando conforme você conhece melhor o mercado. 

Leave your thought here

O seu endereço de e-mail não será publicado.