Blog

Conheça 8 tipos de empreendedorismo no Brasil

8 tipos de empreendedorismo
55TIPS

Conheça 8 tipos de empreendedorismo no Brasil

O mundo do empreendedorismo é extenso e abrange pessoas com os mais diferentes objetivos, aportes financeiros e ideias de negócio. Tem pessoas que empreendem para criar grandes empresas, com centenas de funcionários, enquanto outros são “eupresas” e fazem tudo sozinho ou com uma pequena equipe. 

Por isso, nem toda maneira de empreender é igual. Trouxemos 8 tipos de empreendedorismo possíveis no Brasil para você entender qual se encaixa melhor no seu perfil e no seu tipo de negócio, confira! 

Individual

Esse tipo de empreendedorismo permite que um profissional possa empreender por conta própria no mercado nacional. Há duas formas de fazer isso:

  • Microempreendedor Individual, ou MEI: é o trabalhador que atua por conta própria, pode ter até um funcionário e paga seus tributos em um único boleto mensal. O faturamento anual é de até R$81 mil. 
  • Empresário Individual, ou EI: é ideal para quem está começando um negócio do zero, atuando sozinho ou com pouca ajuda. O faturamento anual é de até R$360 mil para microempresas ou até R$4,8 milhões para empresas de pequeno porte. 

Informal

Aqui entram ambulantes e motoristas de aplicativo, já que eles não têm vínculos com os apps de entrega. Nessa categoria, você é o patrão, não paga impostos pela atividade exercida e faz seus horários.

Porém, a remuneração é instável e não conta com direitos trabalhistas, como férias e 13º salário, ou benefícios previdenciários, como auxílio-desemprego e auxílio-doença. Se a sua intenção é profissionalizar, formalize seu negócio através do empreendedorismo individual para ter mais credibilidade, confiança e possibilidade de expansão. 

Franqueado

No empreendedorismo franqueado, o dono da rede vende ao franqueado os direitos de uso da marca, da patente, do conhecimento adquirido no negócio e até do modelo de gestão e da tecnologia. Ele recebe um percentual do faturamento do mês de cada franqueado. 

Várias empresas renomadas funcionam como franquia, como McDonald ‘s, O Boticário e Cacau Show. Apesar de não ser tão comum, empresas menores também oferecem possibilidades de franquia. Essa é uma boa possibilidade para quem não quer montar um negócio do zero e tem um bom investimento inicial. 

Social

Os projetos de empreendedorismo social busca melhorar a qualidade de vida das pessoas, podendo ou não ter fins lucrativos. Os negócios devem atuar e impactar diretamente em questões relevantes para a sociedade, como moradia, saúde, meio ambiente e educação. 

Corporativo

O empreendedorismo corporativo, também conhecido como intraempreendedorismo, é praticado dentro de empresas já existentes. Aqui, colaboradores não assumem o risco do negócio, mas desenvolvem novas soluções para a organização, com inovação e criatividade. 

O Google é um ótimo exemplo de intraempreendedorismo. Ele permite que funcionários trabalhem em projetos individuais, dentro do horário de trabalho e usando toda a estrutura da empresa. Foi assim que nasceu o Gmail. 

Cooperado

As cooperativas são associações de pessoas com o mesmo interesse e que são mantidas por contribuições mensais dos associados. O dinheiro arrecadado é usado para fortalecer as atividades dos membros, como pesquisa, insumos e infraestrutura comunitária.

Também são oferecidos outros tipos de serviço, como seguro, previdência, investimentos, e oportunidades educacionais, de consumo, de produção, entre tantas outras. Vai depender do tipo de negócio da cooperativa. 

Público

É possível empreender dentro do serviço público também! Existem diversas instituições, principalmente nas áreas de ciência e tecnologia, que promovem o desenvolvimento no Brasil. Fiocruz, IBAMA, INSS, Correios, Petrobras e INFRAERO são alguns dos exemplos. 

Digital

O cenário digital está gerando novas condições para ampliar o empreendedorismo digital. Redes sociais, lojas online, infoprodutos, serviços de streaming e diversas outras tecnologias facilitam a criação de novos negócios digitais. 

Esse tipo de empreendedorismo é versátil, fácil de acompanhar por meio de métricas e possibilita oferecer experiências e uma interação mais direta entre cliente e empresa. 

Agora que você conhece os tipos de empreendedorismo, pode escolher qual se encaixa melhor no seu perfil e no do seu negócio. É importante se formalizar, porque dessa forma você garante benefícios, tem um CNPJ e pode responder como uma empresa real, tirar nota fiscal e se profissionalizar.

Leave your thought here

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *