Blog

10 dicas para MEI

55TIPS

10 dicas para MEI

Quando resolvemos empreender, principalmente quando viramos microempreendedores individuais, há muitas dúvidas e incertezas sobre o caminho que vamos percorrer. Por isso, compartilhamos 10 dicas para MEI, para que você possa começar preparado para os imprevistos e desafios do processo com o pé no chão e com todo o apoio necessário para transformar seu negócio em um sucesso, confira! 

10 dicas para MEI

1) Faça seu controle financeiro: pessoa física x pessoa jurídica

A primeira das dicas para MEI sempre é fazer o controle financeiro. Empreendedores que separam as contas da pessoa física da pessoa jurídica estão anos luz mais organizados do que os que colocam tudo no mesmo saco. 

Enquanto você não entender quanto custa sua vida, quanto custa o seu negócio e quanto você precisa para bancar os dois, separadamente, não vai conseguir ir muito longe com o seu negócio. Já disponibilizamos e explicamos o passo a passo de como preencher uma planilha de pessoa física. Você pode acessar através do post Ferramentas para empreendedores: planilha de pessoa jurídica.  

2) Se prepare para quando sair do limite de faturamento

Há diversas categorias jurídicas de empresas que variam de acordo com o tamanho da empresa e seu faturamento. Mas não é só isso que muda, o quanto você irá pagar de impostos também. Então precisa ficar de olho em qual categoria você se encaixa e, principalmente, começar a poupar e se preparar para quando sair do limite de faturamento. 

Se você for MEI, paga só a parcela fixa de R$60, faturando até R$6.750 por mês ou R$81 mil por ano. Se você passar a faturar R$8.000/mês e estiver no Simples Nacional, em um CNAE de prestação de serviços de comunicação, por exemplo, já começa a pagar 6%, ou seja, R$480,00. 

Lembrando que a alíquota varia de acordo com o faturamento acumulado dos últimos 12 meses (e não do último ano, como todo mundo pensa). É assim: de Fev/2021 a Jan/2022. E o imposto vence, normalmente, até o dia 20 do mês subsequente. Ou seja, acostume-se a reservar dinheiro para pagar o imposto do mês seguinte. 

3) Separe uma reserva de emergência

Mais uma das famosas dicas para MEI, e não é sem motivo. Imprevistos e crises são a única certeza no mundo dos negócios. Não há como evitá-los, mas você pode se preparar para sofrer o menor impacto possível. 

E como fazer isso? Construindo uma reserva de emergência para o seu negócio. Lembra que falamos sobre separar as contas jurídicas e físicas? O ideal é que você também tenha duas reservas de emergência, uma para imprevistos pessoais, outra para imprevistos do negócio. Assim, se seu computador quebrar e você precisar ir ao médico, não vai ter que escolher, cada reserva vai ser usada para seu propósito. 

4) Diversifique sua carteira de clientes

Diversificar a carteira de clientes é a maneira mais eficiente de aumentar as vendas da empresa e aumentar a segurança da empresa no mercado. Isso porque, em determinados casos, você pode perder alguns clientes e não conseguir recuperá-los. Caso saiba lidar com mais perfis, terá mais chance de reaver, ao menos, parte deles. 

5) Elabore pacotes de serviços ou kits de produtos 

Como transformar o que você já sabe ou gosta de fazer em dinheiro? Essa é a primeira reflexão (ou deveria ser) para quem está em transição de carreira ou pensando em empreender. Com certeza as pessoas (amigos, colegas de trabalho, família) já te ligam e pedem suas dicas, sugestões ou até mesmo solicitação de propostas ou colaboração em algo que pode ser monetizado ou transformado em produtos/serviços. 

Aproveitar o que você sabe fazer bem para gerar caixa é essencial, principalmente para quem está começando. Você pode elaborar pacotes de serviços ou kits de produtos baseado no que você já sabe fazer. Já fizemos uma live sobre como criar um produto ou serviço com o que você gosta, sabe e já faz que vale a pena conferir

6) Estude bem a sua precificação

Existem grandes chances de você ter caído na regra de Pareto – 80% da sua receita vem de 20% dos produtos/serviços que você vende. Se não tiver com os números na mão, você está deixando dinheiro na mesa. 

Um dos maiores erros de empreendedores iniciantes é a precificação errada do produto. O preço é um fator que interfere diretamente no seu faturamento, então você precisa saber quanto exatamente você gasta para produzir cada produto ou realizar cada serviço, quanto você paga de outros gastos da empresa e quanto sobra disso para saber se está fazendo um bom negócio. 

7) Estude seu mercado, analise o ambiente de negócios e busque alternativas de colaboração – mesmo que com concorrentes

Não há como empreender com sucesso sem fazer uma análise de mercado. Empreender “nastoramode” é abrir uma empresa sem planejamento, sem estudo e sem nenhum preparo. Isso é a fórmula mágica para o fracasso do seu negócio. 

Conhecer a fundo seus clientes, concorrentes e o macro mercado vão te colocar em outro patamar. Saiba com quem você pode contar, seja parceiros ou até concorrentes. 

8) Use as ferramentas para empreendedores que elaboramos com muito carinho para você empreender com mais segurança e menos egotrip

Empreendedores que se planejam e se preparam para abrir um negócio são os que mais têm chances de sucesso. E acreditamos que qualquer um pode se tornar um empreendedor de sucesso. Por isso, disponibilizamos gratuitamente todas as ferramentas para empreendedores que utilizamos no nosso curso Tapa Na Cara. Se você abriu esse post procurando dicas para MEI, baixe essas ferramentas que você terá toda a ajuda necessária. 

ferramentas para empreendedores

9) Não caia no conto de fórmulas mágicas

Vai dar trabalho, você vai se desesperar algumas vezes e vai querer desistir. Isso é normal e faz parte da jornada empreendedora. Não caia no conto de fórmulas mágicas e gurus de marketing que dizem que é um processo fácil, rápido e indolor. Só há uma fórmula mágica: trabalho, esforço e persistência. 

10) Tenha uma rede de apoio

Ter uma rede de apoio significa ter parceiros, colaboradores, amigos e familiares que podem te ajudar nessa jornada. Como conseguir formar essa rede? Com networking profissional mesmo… sem balelas. Os primeiros a comprar de você também esperam que você consuma deles, então procure pessoas que possam te apoiar, e apoie o trabalho delas. 
Essas foram 10 dicas para MEI, mas há muito mais dicas no nosso blog, Instagram e canal do YouTube. O 55 Lab é um laboratório de negócios e é sobre isso que falamos todos os dias. Se você quer empreender, chegou ao lugar certo!

Leave your thought here

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *