Blog

Gestão Financeira: 10 dicas para otimizar sua empresa

Finanças

Gestão Financeira: 10 dicas para otimizar sua empresa

A gestão financeira é um setor de grande impacto nas empresas e um terror para grande parte dos empreendedores. Mas não precisa ser assim. Reunimos 10 dicas para otimizar sua empresa e tornar seu negócio autossustentável, prosperando e com bons resultados. Confira! 

10 dicas para otimizar a gestão financeira da sua empresa

1) Organize e controle os gastos

O primeiro passo para melhorar a gestão financeira do seu negócio é colocar na ponta do lápis todas as despesas do seu empreendimento. Analise os últimos meses, de preferência os últimos 12, para avaliar quais são as áreas que demandam mais recursos, se há meses em que os gastos são diferentes e quais gastos são essenciais e quais podem ser cortados. 

Depois, faça o mesmo com os ganhos. Saiba quais são os produtos ou serviços mais rentáveis, quais demandam mais tempo da equipe ou mais matéria-prima para serem produzidos, se há sazonalidade nas vendas e qual o mínimo e máximo que você costuma faturar. 

Com todos esses dados em mãos, você consegue fazer uma previsão de como serão os próximos meses e se organizar melhor financeiramente, cortando gastos, se necessário. 

2) Separe as contas pessoais das contas da empresa 

Essa regra de gestão financeira vale principalmente para aqueles que estão começando um negócio agora ou que são trabalhadores autônomos. Geralmente, nesses casos, as contas da pessoa física e da jurídica são as mesmas. Isso impede que você faça uma boa gestão financeira, já que não consegue reinvestir o dinheiro na empresa. 

Se você mantém toda sua grana na mesma conta, temos algumas planilhas que podem ajudar. Disponibilizamos gratuitamente três planilhas financeiras para negócios: pessoa física, pessoa jurídica e de estudo de viabilidade. Elas podem te ajudar a controlar os gastos e ganhos, além de te ajudar a planejar os meses que estão por vir. 

ferramentas para empreendedores

3) Defina metas com base na sua realidade

Na hora de colocar os dados no papel e fazer a previsão de gastos e ganhos para os próximos meses, você deve manter os números o mais perto da realidade possível. Muitos empreendedores usam como referência outras empresas do setor e isso pode fazer com que você crie metas inalcançáveis, principalmente se estiver no início do negócio. Mantenha os pés no chão e cresça no seu ritmo, batendo suas próprias metas. 

4) Fique de olho nos tributos

Outro assunto essencial que todo empreendedor deve ficar de olho é a questão tributária. É necessário prever uma verba para o pagamento de tributos obrigatórios. Essas obrigações, se atrasadas, podem gerar juros e multas. A empresa que não se preocupa com os tributos desde o início, acaba se dando mal quando aumenta o faturamento. 

A tributação deve ser levada em consideração até na hora de definir preços dos produtos e serviços. Só assim o empreendedor passa a ter lucros suficientes para investir no empreendimento. 

5) Capacite os colaboradores

Cada área da empresa requer conhecimentos especializados, mas quando falamos da gestão financeira, essa necessidade é ainda maior. É essencial saber das ferramentas e das novas práticas, assim como entender termos, nomenclaturas e atividades do mundo financeiro. Se você é uma “eupresa”, vale investir em um curso de finanças ou contabilidade para gerir melhor o seu negócio. 

Gestão financeira

6) Crie projeções para diferentes cenários

Em um mundo onde a recessão é iminente, é preciso estar preparado para diferentes cenários, inclusive de crise. Vários negócios chegam ao fim por não conseguirem superar turbulências financeiras. 

Para fugir das estatísticas, é preciso ter um controle apurado do negócio e estabelecer projeções para diferentes cenários. Dessa forma, você sempre terá outros planos para serem adaptados a depender da necessidade. 

7) Não se esqueça do planejamento estratégico

A gestão financeira e o planejamento estratégico andam juntos. Por isso, todas as atividades relacionadas à gestão de custos e despesas e ao controle financeiro devem estar alinhadas às metas do planejamento estratégico. Saiba onde você quer chegar para definir quais ações, tanto do financeiro como de outras áreas da empresa, devem ser tomadas para chegar lá. 

8) Aprenda a precificar

Todo controle financeiro precisa ter como base o custo fixo dos produtos, serviços e compromissos administrativos, como pagamento de aluguel, energia, internet, pessoal, etc. Pode parecer básico, mas muitas empresas não têm controle sobre seus reais números e precificam seus produtos ou serviços de forma errada. O preço interfere diretamente no seu faturamento, então tome cuidado na hora de fazer sua precificação. 

9) Automatize pagamentos

Hoje é praticamente impossível pensar na gestão de qualquer empresa sem o uso da inovação. Sistemas automatizados contribuem para a redução do tempo de execução das tarefas de rotina e avaliação de resultados. Aproveite as ferramentas e tecnologias que estão à sua mão. 

10) Analise resultados constantemente

Por fim, para manter uma boa gestão financeira, é necessário analisar os resultados constantemente, assim como os processos, o mercado e todas as condições externas e internas que podem interferir no seu negócio. 

A gestão financeira não é um processo fechado com início, meio e fim. Na verdade, ela pode ser vista como um círculo, sendo necessário investir constantemente em estratégias e na análise contínua dos resultados.   

Seguindo essas 10 dicas para otimizar a gestão financeira da sua empresa, você conseguirá organizar as contas, planejar e prever mudanças e necessidades do seu negócio, conseguindo tomar decisões com mais garantia e tempo. 

Leave your thought here

O seu endereço de e-mail não será publicado.